menu

Topo
Blog da Maria Cecília Corsi

Blog da Maria Cecília Corsi

Quer uma explosão de sabor? Veja esse creme tipo maionese feito de inhame

Maria Cecília Corsi

2004-01-20T18:04:00

04/01/2018 04h00

Foto: Fernando Moraes

Durante anos lecionei técnica dietética em faculdades. E sempre gostei de transmitir esse conhecimento também para quem frequentava o meu consultório. No início, acredite, a cozinha ficava na sala de espera.

Em um dos cursos para os meus pacientes, o objetivo era ensinar um almoço de Dia das Mães mais leve. E logo me lembrei de minha própria mãe, que nessas ocasiões adorava preparar uma salada de batatas, legumes e maionese. Assim, me senti desafiada a começar por essa receita.

Por definição, maionese é uma emulsão de óleo e ovos, preparada a frio e com diferentes temperos. De cara, precisava evitar o ovo cru — sempre arriscado — e driblar a quantidade de óleo, que aumenta demais o número de calorias.

Comecei pela textura. Precisava de algo que parecesse um creme e lembrei do purê. Bingo! Mas, e a cor? Fiz vários testes, com ingredientes diversos, e o inhame foi o campeão. O ovo até entra na receita, mas muito bem cozido.

Voilà, eis o meu creme tipo maionese.

CREME DE INHAME TIPO MAIONESE

Esta receita rende 8 porções, com valor aproximado de 34 calorias por colher de sopa. Você precisará de 1h30 de preparo, mais porque precisará esperar que os ingredientes cozidos esfriem. E ele ainda dura três dias na geladeira.

Foto: Fernando Moraes.

O inhame, entre vários ingredientes testados, foi o que rendeu uma receita de sabor muito parecido com o da maionese tradicional.

Ingredientes 

*500 gramas de inhame descascado e cortado em rodelas ou pedaços médios

*2 ovos cozidos bem duros

*5 colheres de sopa de azeite

* 2 colheres de sopa de molho inglês

* 2 colheres de sopa de mostarda

* 1 colher de chá de suco de limão

* 1 pitada de açúcar

* Sal a gosto

Modo de preparo

  1. Em uma panela, cubra o inhame com água e leve para cozinhar até que fique bem macio.
  2. Escorra, mas guarde a água do cozimento. Espere que esfrie completamente para continuar o preparo.
  3. Se já não tiver feito isso, aproveite esse tempo para cozinhar os ovos, até que fiquem bem duros. Eles também deverão esfriar.
  4. Amasse o inhame com o garfo e, só aí, o coloque no liquidificador, pingando devagar a água da receita. Todo o cuidado é pouco: esse líquido deve dar o ponto de um creme, mas sem deixar ralo demais.  A consistência, aqui, faz total diferença.
  5. Finalmente, coloque os ovos e os temperos. Bata até que fique homogêneo.
  6. Leve na geladeira por uma hora antes de servir.

Repare na consistência que você deve obter no final. Foto: Fernando Moraes.

SOLTE A CRIATIVIDADE E APROVEITE ESSE CREME

  • Você pode usá-lo como um molho: por exemplo, acompanhando um hambúrguer vegetariano, como o da foto do começo,  ou até mesmo carnes.
  • Serve de base para patês: experimente misturar esse creme com atum e ervas, por exemplo. Ou, ainda, com peito de peru bem picadinho. Ofereça com torradinhas integrais, pois garanto que fica incrível.
  • No sanduíche das crianças: é um molho bem nutritivo, com todos os minerais do inhame. E a meninada costuma adorar.

Sobre a autora

Nutricionista formada pelo Centro Universitário São Camilo, ao trabalhar em hospitais Maria Cecilia Corsi já percebia certa dificuldade na hora de preparar uma comida saborosa para quem sofria alguma restrição. E resolveu colocar um fim nessa história quando notou que, mesmo em situações mais banais, como as de pessoas que precisavam perder apenas 4 ou 5 quilos, era complicado montar um cardápio sem mesmice. Daí, em 1995, viajou para Berkeley, na Califórnia, Estados Unidos, para estudar maneiras de ajustar o melhor da gastronomia à dieta saudável. E trouxe na bagagem de volta uma série de truques. De lá para cá, inventou outros tantos, é bem verdade… Não gosta de dizer que faz pratos light nem diet. Define sua cozinha como moderna e atual (“Porque hoje todo mundo quer uma vida saudável”).

Sobre o blog

Toda semana, Maria Cecília ensina uma receita por aqui. Mas não dá só o passo a passo. Ela conta os bastidores de sua criação culinária. Por exemplo, divide com você como ela consegue emagrecer ingredientes “gordos”, tirar o sal de um molho sem que alguém sinta falta dele, criar doces para diabéticos de dar água na boca e muito mais. A ideia é que você não só prepare o prato ensinado em sua casa, mas se sinta inspirado para modificar as receitas do seu próprio caderno de família, a fim de que se tornem bem mais equilibradas.